Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

04 maio, 2015

Vale realmente a pena aprender um idioma estrangeiro?

A pergunta mais frequente depois do monólogo em 9 idiomas de Matthew Youlden tem sido, “Impressionante, mas e daí? Vale realmente a pena saber mais de um idioma?”
Essa é uma questão pertinente e a resposta virá em forma de alguns números incontestáveis.

Dinheiro, isso é o que eu quero
De acordo com a equipe da Freakonomics, aprender um outro idioma irá aumentar o seu salário em somente 2%. Assim, se você ganha U$30.000 por ano, isso corresponderia somente a 600 dólares a mais!

Ao ser feita uma análise mais rigorosa constatou-se que, mesmo em termos estritamente econômicos, o retorno do investimento é bem, mas bem maior. Logo, se considerarmos o aumento de salário de 2% como valor real e combinarmos todos os fatores como o fato do salário médio inicial de uma pessoa com ensino superior ser de 45,000 dólares (por ano), o aumento salarial de 1% ao ano e de 2% de retorno real por um período de mais de 40 anos, acabaríamos com um valor 67 mil dólares extras na época da aposentadoria. É claro, ainda se trata de apenas 2%, em média. Para quem fala alemão, o retorno calculado foi de 3,8% (que corresponde a U$ 128.000 até a aposentadoria).

Lei da oferta e procura
De todos os idiomas que Rob fala, ele descobriu que o seu maior trunfo, de longe, tem sido o holândes - um idioma não muito popular de ser aprendido. Há apenas 23 milhões de falantes nativos do holandês e a maioria deles fala também, e muito bem, o inglês. Assim, por que aprender um idioma como o holandês quando poderíamos abrir as portas para um mundo de 955 milhões de falantes do mandarim, 405 milhões falantes nativos do espanhol ou 295 milhões de falantes nativos do árabe? Porque embora o holandês seja falado somente por 0.32% da população mundial, os holandeses são responsáveis por 1,3% do PIB mundial. Ser um dos poucos estrangeiros que sabe esse idioma tornou Rob extremamente valioso para o mercado internacional. Mesmo que os seus colegas possam falar sua língua quase perfeitamente, a lacuna de 1% tornou-se o seu nicho - um nicho que somente um estrangeiro poderia aproveitar.

Mas dinheiro não é tudo, não é mesmo?
Como Rob expôs, são os amigos, as viagens e as experiências que realmente enriqueceram sua vida. E o dinheiro? Bem, este tem sido um efeito colateral muito bem vindo por ele ter seguido a sua paixão.
Traduzido por: Pedro Werneck


Fonte: babbel

Seguidores