Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

08 março, 2014

Polícia diz que suspeitos de estuprar menina riram ao confessar crime

Foram presos na madrugada deste sábado (8), três suspeitos do estupro a uma menina de 13 anos, ocorrido na sexta-feira (7), em uma área de ponte no bairro Pacoval , Zona Norte de Macapá. A vítima levou 16 facadas pelo corpo após o abuso sexual. 

Dois menores de 17 anos e Cezar Quaresma, de 24 anos, foram localizados em via pública, durante ronda policial. Quaresma negou envolvimento no crime durante depoimento na Delegacia da Mulher, neste sábado. 
O quarto suspeito de participação no crime, um homem de 25 anos, continua foragido, segundo a polícia, que informou que todos os suspeitos têm passagem pela polícia.

Os menores apreendidos foram encaminhados para a Delegacia de Investigação de Atos Infracionais (Deiai). Cezar Quaresma aguarda na Delegacia da Mulher a emissão do laudo pericial feito na vítima.

A adolescente permanece internada no Hospital de Emergências de Macapá (HE). A menina teve o fígado e a vesícula perfurados, além de lesões no útero. Segundo os médicos, ela não corre risco de morte.
Josilene dos Reis, tia da jovem, contou que a sobrinha estava na casa de amigas e foi chamada por um dos suspeitos para ir até o local do crime. Ao se recusar, a menor teria sido levada à força.

Segundo a polícia, o cabo de uma vassoura foi deixado pelos agressores na genitália da garota. Durante a abordagem, os dois menores apreendidos confessaram o crime e 'chegaram a rir' da situação, conforme informou a polícia. 'Eles não demonstraram pena', reforçou o Cabo Lourival Júnior, do 6° Batalhão de Polícia Militar. 


O crime 
Segundo Lourival Júnior, a menina foi abordada por um dos suspeitos que a levou para uma área de mata. "Ela foi estuprada por todos, que, em seguida, a esfaquearam por pura perversidade, não havia motivo algum para a violência".
"Ao pensar que a menor havia morrido, os suspeitos fugiram do local e a adolescente se arrastou até próximo a uma rua, quando foi avistada por uma moradora. Esse percurso em que ela se arrastou após ser esfaqueada, foi todo com o cabo de vassoura na genitália", afirmou o PM, acrescentando que os suspeitos devem ser indiciados por estupro e tentativa de homicídio.

Fonte: G1

Seguidores